Conforto Animal

Quais são os desafios da mão de obra no campo e como superá-los?

Escrito por Marcelo Raimundo

No delicado cenário sociopolítico que o Brasil atravessa, com índices recordes de desemprego, o agronegócio foi o setor responsável por manter a economia e por aumentar em 17,01% o PIB nacional. Entretanto, na contramão desse crescimento, as atividades relacionadas à mão de obra no campo apresentaram uma redução de 6%.

Entre os desafios enfrentados, está a mecanização da agroindústria e a falta de assiduidade do trabalhador — que reflete o desinteresse pelo trabalho formal no campo. Esses números espelham uma tendência mundial, cuja população se mostra, desde 2010, mais presente nos centros urbanos do que na área rural.

Nesse contexto, quais são as maiores dificuldades encontradas pelo produtor rural para manter a mão de obra no campo? E quais são as possíveis soluções para contornar esses desafios? Continue a leitura do nosso artigo e entenda!

Quais são os principais desafios sobre a mão de obra no campo?

O primeiro grande desafio do produtor rural é quantitativo. A redução do número de pessoas envolvidas com as atividades rurais evidencia o quão difícil está encontrar trabalhadores para a lida no campo. O êxodo rural tem íntima relação com os episódios de desenvolvimento industrial na humanidade e, hoje em dia, o advento da tecnologia é a faca de dois gumes do agronegócio.

A mecanização da cadeia produtiva agroindustrial reduziu, consideravelmente, a necessidade de mão de obra nas propriedades. O trabalho braçal que antes exigia homens para ser realizado, hoje é executado com maior precisão e velocidade por máquinas e equipamentos automatizados. A tecnologia é justamente o que impulsiona o agronegócio e faz os números de produção atingirem marcas cada vez maiores entre uma safra e outra ou entre um lote e outro.

A migração das famílias para os grandes centros urbanos também se deve ao fato de que o trabalho formal não está entre as prioridades no campo. A maioria dos trabalhadores encara a lida rural como temporária e não como uma possibilidade de crescimento e estabilidade na vida.

Em busca de melhor remuneração e melhores condições de saúde e educação, o êxodo rural gera problemas sociais nas grandes cidades e destaca a carência de recursos habitacionais no interior. E a falta de mão de obra qualificada é uma das principais contestações dos empresários rurais.

Como superar os problemas com a falta de mão de obra no campo?

Se por um lado as empresas falam da dificuldade em encontrar mão de obra qualificada, esta é a melhor solução para atrair e manter funcionários no campo. Porém, o produtor precisa ter consciência da própria responsabilidade enquanto formador de recursos humanos. Ou seja, não basta simplesmente buscar qualificação fora dos seus limites empresariais, é fundamental que a gestão invista em desenvolver líderes no mercado.

A supervisora de Recursos Humanos atuante no agronegócio, Aline Gabriel Barroso, destaca a realidade: “as empresas que disparam na frente e obtêm tecnologia de ponta são as mesmas que buscam por profissionais qualificados e interessados em lidar com essas constantes transformações”.

Além disso, quem decide ficar no meio rural, prefere uma comunicação e um modo de vida mais simples e afetivo, mas com qualidade. Dessa forma, os gestores empresariais devem focar no desenvolvimento de pessoas, para que haja a possibilidade de maior capacitação na disputa por melhores empregos.

Frente ao crescimento populacional que, em 2050, deve ultrapassar os 9 bilhões de habitantes, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), a demanda por alimentos torna-se um ponto-chave. Buscar a formação de pessoal que saiba lidar com as novas tecnologias e com as inovações sustentáveis do agronegócio e tornar atraente o serviço na área deve ser o foco dos produtores rurais para superar o desafio da escassez de mão de obra no campo.

Nosso artigo sobre os desafios e soluções para a mão de obra no campo foi útil para você? Gostaria de continuar se atualizando sobre as questões do agronegócio? Aproveite, assine a nossa newsletter e receba, diretamente em seu e-mail, mais informações como essa!

Deixar comentário.

Share This