Avicultura

Equipamentos de ventilação para avicultura: escolha o sistema ideal

A ventilação para avicultura tem sido um grande desafio no agronegócio. Manter os aviários climatizados sem aumento de custo na produção requer planejamento, estudo e tecnologia. Por isso, cada vez mais se pensa em adequar e projetar instalações nos climas mais variados encontrados nas diversas regiões do país.

Isso é feito, em especial, em locais com clima quente, situação na qual as instalações devem estar adequadas de forma que mantenham a temperatura, a umidade relativa, a velocidade do ar, entre outros fatores relevantes. Tudo isso dentro dos limites ideais para manter as aves saudáveis e o conforto térmico animal.

Neste artigo, vamos abordar a importância de saber escolher os equipamentos de ventilação para avicultura e de que forma essa opção pode trazer benefícios e produtividade. Acompanhe!

Temperaturas adequadas nas fases de vida dos frangos

A temperatura ideal para manter o conforto térmico animal varia de acordo com a fase de desenvolvimento da ave. Quando os frangos se encontram na primeira semana de vida — período no qual ainda são considerados pintinhos —, o adequado é acondicioná-los em temperatura entre 31 °C e 33 °C. Conforme vão crescendo, ela deverá sofrer diminuição gradual.

A temperatura das aves adultas é bem diferente, girando em torno de 41 °C, e o ambiente, por sua vez, deve estar entre 21 °C e 23 °C, para que se sintam confortáveis termicamente.

Um aumento na temperatura corporal de apenas 4 °C já se caracteriza como hipertermia, e uma diminuição de 8 °C é suficiente para que o animal entre em hipotermia. Em ambos os casos ocorre a falência dos órgãos, levando os animais a óbito. A umidade local deve se manter entre 65% e 70%.

Instalações em um aviário

O projeto das instalações de uma granja deve ser muito bem planejado. Como já mencionamos, cada fase da vida de um frango requer um ambiente adaptado às suas necessidades de temperatura e umidade. No entanto, outros fatores importantes para a manutenção e bem-estar desses animais requerem providências. São eles:

As paredes da granja

Elas merecem atenção, visto que devem ser feitas com material que ofereça isolamento térmico, principalmente em períodos mais frios, ou abertas lateralmente, de forma que propiciem a circulação do vento.

As cortinas

Esse recurso pode ser uma boa opção para diminuir os efeitos da incidência de raios solares no interior do galpão.

As baias e camas das aves

Elas devem ser feitas com serragem limpa e seca, de forma a oferecer conforto aos frangos. No entanto, esse material deve ser trocado com frequência, a fim de não ocasionar doenças originárias da umidade excessiva e dos  dejetos produzidos pelos próprios animais.

Equipamentos de ventilação para avicultura

Quando falamos da infraestrutura de uma granja, um dos fatores que têm gerado maior preocupação por parte dos produtores é a ventilação.

Os ventiladores são os responsáveis pela manutenção da temperatura constante e ideal para a granja. É também por meio desses equipamentos que são mantidos os índices de umidade, assim proporcionando o conforto térmico aos animais.

No entanto, os ventiladores não operam sozinhos, junto a eles são instalados exaustores e aspersores de água. Eles têm como função primordial manter o equilíbrio das condições climáticas nas instalações.

Tipos de ventilação

Quando já se sabe o volume de ar necessário para ventilar determinado galpão, podemos optar pelos tipos existentes de ventilação. São eles:

Ventilação do tipo túnel temporizada

Apesar de permitir que se chegue ao volume de ar necessário, é utilizado com exaustores de grande vazão, ocasionando oscilação na qualidade e temperatura do ar. A exaustão temporizada é geralmente utilizada quando se deseja temperaturas próximas ao clima da região onde está instalado o aviário.

Ventilação cruzada

Esse tipo se caracteriza pela instalação de exaustores menores nas laterais do aviário, o que garante velocidade menor de circulação de ar pelo galpão, melhorando, dessa forma, a sensação térmica nos períodos mais frios. Essa opção é tida como a que traz melhor conforto térmico às aves. Destaca-se, também, por utilizar ventiladores menores e ter ventilação mais precisa.

Ventilação do tipo túnel com variação de velocidade

Nessa modalidade são usados exaustores para que a troca de ar seja constante. O uso de ventiladores com variação de velocidade permite economia maior de energia, assim como mantém a frequência na troca de ar do aviário.

O sistema ideal de ventilação deve introduzir ou retirar do aviário a quantidade de ar necessária para mantê-lo com a temperatura e umidade adequadas. Isso vai depender de alguns fatores, como as condições meteorológicas da região e a idade das aves. O produtor deve saber todas essas necessidades antes mesmo de começar seu projeto.

Entendimento da vazão de ar

Algumas reações nas aves podem sinalizar que há excesso de calor, indicando que a circulação de ar pelo galpão está inadequada. Para isso, basta observar o comportamento não habitual nas aves. Lembre que altas temperaturas provocam alcalose respiratória e estresse térmico.

Algumas mudanças no comportamento das aves, devido à alteração nos níveis de temperatura, podem ser percebidas. São elas:

  • aumento da frequência respiratória;
  • manterem-se agachadas e com as asas abertas;
  • aumento do consumo de água;
  • manterem-se com o bico aberto.

Escolha dos equipamentos

Escolher bons equipamentos reflete na produtividade da avicultura. Proporcionar aos animais os padrões ideais de conforto, por meio de instalações bem planejadas e equipamentos modernos e automatizados, possibilita ao produtor um resultado final expressivo.

Os equipamentos adequados garantirão um trabalho produtivo na avicultura. Daí a importância de adquirir um ventilador de alta qualidade, o qual ofereça um controle de temperatura do ambiente, controle de umidade e que tenha as dimensões de acordo com o tamanho das instalações.

Confira o que deve ser avaliado na hora de aquisição de equipamentos!

Escolha um fornecedor qualificado

Adquirir equipamentos de fornecedores confiáveis que garantam um bom investimento e uma boa produtividade do aviário é essencial. Eles precisam ser modernos, robustos e ter durabilidade, para que atendam às necessidades dos animais e otimizem a rotina do galpão sem que haja a todo instante necessidade de manutenção.

Opte por equipamentos econômicos e de fácil manutenção

A baixa manutenção e o consumo reduzido de energia são fundamentais,  uma vez que esses fatores têm influência direta no custo final do produto. Como afirmamos acima, equipamentos que necessitam constantemente de reparos prejudicam a produtividade na avicultura.

Escolha equipamentos com a dimensão adequada ao tamanho do galpão

É essencial que os ventiladores tenham os tamanhos apropriados, Esse cuidado assegura ao agroprodutor a diminuição de ruídos no galpão, que, dependendo da intensidade, afetam muito as aves, gerando estresse com prejuízos à criação.

Como você pode ver neste artigo, investir em equipamentos de ventilação para avicultura de qualidade e tecnologia de ponta só traz benefícios ao agronegócio. Os resultados vêm a médio e longo prazo. Esses investimentos em ciência e tecnologia têm garantido a permanência do Brasil entre os maiores produtores de frango de corte do mundo. 

E então, leitor, gostou do artigo? Que tal conhecer mais sobre a nossa empresa? Entre em contato conosco e saiba mais sobre nossos serviços e produtos. 

Deixar comentário.

Share This