Conforto Animal

Cooperativas: como elas promovem o conforto animal? Descubra!

Escrito por Marcelo Raimundo

Por trás de uma das atividades mais relevantes para a economia brasileira, o cooperativismo agropecuário é responsável por cerca de 50% do PIB agrícola e movimenta a força de trabalho de mais de 1 milhão de pessoas.

Operando em todas as etapas do processo produtivo, as cooperativas também desempenham um importante papel no que tange o conforto animal, visando ajudar os associados a comercializar da melhor forma possível os seus produtos.

A primeira organização pautada com as condutas do cooperativismo moderno foi fundada em 1824, em Rochdale na Inglaterra. De lá para cá, o movimento tem se aprimorado com o princípio da igualdade e da democracia, unindo pessoas com um objetivo em comum. Assim sendo, suas práticas são empregadas, segundo a Aliança Cooperativa Internacional (ICA), sobre sete premissas:

  1. adesão livre e voluntária;
  2. administração democrática pelos membros;
  3. participação econômica dos membros;
  4. autonomia e independência;
  5. educação, treinamento e informação;
  6. cooperação entre as associações;
  7. interesse e responsabilidade pela comunidade.

Dito isso, como as cooperativas agropecuárias agem promovendo a autossuficiência do produtor e impulsionando o bom funcionamento do negócio? E de que maneira o bem-estar animal está relacionado com a rentabilidade da fazenda? Continue a leitura do nosso artigo e descubra!

A engrenagem do agronegócio movida pelo corporativismo

As associações atuam abrangendo todas as etapas da cadeia agropecuária — desde a produção e distribuição de insumos (mecanização, sementes, fertilizantes), passando pelo fornecimento de assistência técnica, gestão integrada e utilização da matéria-prima, chegando até a industrialização e comercialização dos produtos.

Muitas companhias disponibilizam serviços para as propriedades, por exemplo, a pasteurização do leite e o empacotamento dos produtos. Devido a essa assessoria prestada nos diversos ramos do empreendimento, há um aumento considerável na escala de produção.

Algumas transações de comercialização, na maioria das realidades encontradas no país, seriam inviáveis para o produtor de pequeno ou médio porte efetuar individualmente. Entretanto, graças ao aumento do volume de produção, os cooperados conseguem unir suas mercadorias e fazer grandes negócios (até mesmo exportações) mediados pelas cooperativas.

O suporte técnico oferecido pelas cooperativas

Além dos segmentos de comercialização dos produtos, as cooperativas desempenham um papel fundamental durante a cadeia produtiva. A maior parte das associações dispõe de uma equipe técnica, composta por agrônomos, tratadores e veterinários capacitados para dar todo o tipo de suporte ao produtor. Isso garante, assim, mais quantidade e qualidade aos produtos, o que é de interesse comum da cooperativa e dos cooperados.

Cabe ressaltar aqui a importância do médico-veterinário no agronegócio. Muitas vezes, ter o acompanhamento frequente de um profissional da área é muito custoso ao produtor. Entretanto, a presença dele na propriedade é de extrema importância, uma vez que ele assegura a manutenção do status sanitário e do bem-estar animal.

Entra aí a participação dos profissionais da cooperativa, que auxiliam os empreendedores tanto na prevenção, no diagnóstico e no tratamento de doenças, quanto no estabelecimento das boas práticas de manejo em todos os setores e por todas as pessoas que terão contato com os animais.

A importância das cooperativas no conforto animal

Entre as boas práticas de manejo e conforto animal estão as garantias de proteção, de descanso e de tranquilidade promovidas pela infraestrutura dos galpões de criação. Independentemente se a fazenda lida com aves, bovinos ou suínos, o seu bem-estar é uma questão ética e humanitária que confere à empresa a credibilidade almejada do consumidor.

Cada uma dessas espécies tem necessidades próprias (e nas diferentes fases da vida) que precisam ser reguladas e mantidas por meio das instalações nos abrigos, tais como grades de piso adequadas e ventiladores que os mantenham em sua zona de conforto térmico específica.

O produtor que tem boa assessoria, principalmente no início da implantação do seu negócio, consegue rapidamente ter uma visão global da íntima relação entre conforto animal e rentabilidade da fazenda.

O animal que goza de boa saúde, recebe nutrição balanceada e tem suas condições metabólicas constantes terá melhor desempenho e atingirá com facilidade todo o seu potencial genético de produtividade.

As soluções da Marangoni para o conforto animal

A Marangoni é uma empresa com mais de 70 anos de experiência que calca sua história em valores éticos e morais do conforto animal, visando à lucratividade do produtor com o mesmo pensamento empreendedor. Nosso compromisso e nossa responsabilidade são de prover qualidade não só em produtos, mas também de prover soluções em um aspecto global.

Ao se deparar com um determinado problema ou necessitar de uma nova solução em sua propriedade, o produtor pode confiar nas informações e no amparo que a Marangoni oferece. Isso porque intensos estudos guiados nos nossos centros especializados em Pesquisa e Desenvolvimento garantem inovação e resultados direcionados para cada questão em particular.

O planejamento de um negócio passa pela escolha dos equipamentos dos abrigos e o produtor bem assessorado sabe da importância de investir em qualidade e durabilidade. Além de serem robustos e exigirem baixa manutenção, nossos ventiladores são fabricados sempre com o intuito de minimizar os ruídos e aumentar a eficiência da vazão de ar.

Dessa maneira, propiciamos as condições adequadas de bem-estar animal sem afetar substancialmente a economia do empreendedor. Esse é um benefício incrível para a sua cadeia produtiva.

A relação entre as ações das cooperativas e a Marangoni

No sistema de gestão por cooperativas, a ideia central é que o associado seja, simultaneamente, dono, fornecedor e cliente desempenhando uma função-chave em cada uma dessas esferas. Com foco na prestação de serviços e não no lucro, funcionam como uma grande empresa, mas com interdependência entre as partes.

A Marangoni faz parte desse cenário, uma vez que está sempre aberta às associações para prover a melhor solução para os cooperados, ao mesmo tempo em que está continuamente disponível para ajudar as mesmas cooperativas a encontrarem satisfação aos seus anseios. É o auxílio mútuo e a colaboração recíproca que culminam em produtos de qualidade trazendo retorno ao produtor.

Dessa maneira, a percepção das diversas realidades dos agropecuaristas brasileiros faz com que a Marangoni exerça um papel diferencial em parceria com as cooperativas agrícolas, com o objetivo de impulsionar a lucratividade do negócio embasada nos conceitos éticos de bem-estar animal e responsabilidade ambiental.

E então? Nosso artigo sobre as cooperativas e como elas promovem o conforto animal foi esclarecedor para você? Outras dúvidas surgiram? Gostaria de ter mais informações a respeito? Então entre em contato conosco, teremos satisfação em lhe atender!

Deixar comentário.

Share This